O CALVÁRIO DO QUADRIÊNIO

Pobres, negros, vítimas de guerras armadas e sangrentas.

Imagem: montagem/Repórter Pedro Júnior

Imagem: montagem/Repórter Pedro Júnior

Quem não ouviu algo sobre a "Operação Calvário" no ultimo ano? A ação deflagrada com o intuito de desarticular organizações criminosas envolvendo políticos e seus funcionários.

O nome da operação já nos chama atenção de forma que faz referência ao local onde foi erguida a cruz de Cristo, e que seu formato, visto de longe, se assemelha a uma caveira humana.

A operação que investigou vários órgãos governamentais teve seu encetamento na Cruz Vermelha Brasileira. Organização que não sustém vinculo com nenhum governo, porém depende de doações para, humanitariamente, proteger a saúde e a vida humana promovendo o respeito entre as pessoas e diminuindo o sofrimento.

Destaco aqui uma palavra que aparece várias vezes ao longo do que já foi escrito até aqui: Cruz. Isso mesmo. A palavra cruz está presente direta ou indiretamente em todas as explicações abordadas até agora e isso é fácil de explanar.

A cruz simboliza dor, sofrimento e é a representação mais clara da tortura, usada para pregar as vítimas. O calvário, como dito, era o local escolhido para expor a cruz, por ser de alta visibilidade, visto estar estrategicamente no alto de montanhas.

A calvário paraibana deu conta, inicialmente, de desvios absurdos que seriam para investimentos a Cruz Vermelha, dinheiro esse que ajudaria os que carregam uma cruz mais pesada só pelo fato de estarem a margem da sociedade. Pobres, negros, vítimas de guerras armadas e sangrentas.

Aqueles que sempre aparecem de quatro em quatro anos na nossa porta ou nas mídias prometendo aliviar nosso fardo pesado em forma de cruz sobre nossas costas, são os mesmos que erguem os calvários em forma de caveira humana dispostos a apregoarem suas "vítimas", nós, cujo valor só é computado nas urnas.

Esse é o quarto ano, o qual nós os veremos corriqueiramente com promessas de abrandar nosso sofrimento e necessidades diárias. As mídias estão na palma de nossas mãos onde os nomes e legendas partidárias daqueles que nos lesam desde que o mundo é mundo e o calvário existe estão a um clique de nossos dedos.

"A vida é um calvário. Sobe-se ao amor pela dor, à redenção pelo sofrimento." - Abílio Guerra Junqueiro